A Segurança Social vai pagar 15 por cento dos encargos patronais com a subida do salário mínimo nacional de 450 para 475 euros em 2010 anunciada ontem pelo primeiro-ministro. O contributo do Estado decorre da redução excepcional nesse ano de um ponto percentual na taxa social única a pagar pelas empresas sobre a remuneração desses trabalhadores com salário mínimo.
http://www.portugal.gov.pt/pt/GC18/PrimeiroMinistro/Intervencoes/Pages/20091204_PM_Int_AR.aspx